' '

1 de dez de 2009

Disney em dezembro 2009

Por E. Rodrigues & José Rivaldo Ribeiro

Em dezembro, os gibis Disney trazem capas natalinas, à exceção de Zé Carioca. E conforme já havíamos anunciado há alguns meses, finalmente os leitores poderão por as mãos no mais do que aguardado Superpato 40 Anos, além de um especial com HQs clássicas de Paul Murry: As Grandes Aventuras do Mickey.

Em janeiro, as revistas entram no clima da Copa do Mundo da África do Sul. Adiantamos no final deste post suas capas, lembrando que o conteúdo de Tio Patinhas #534 já havíamos divulgado (no final deste post, os links).

Repare na barra lateral: há uma seção que leva aos posts que receberam atualização. Há também a caixa dos Checklists do mês, cujos posts são incrementados ao longo do mês, conforme as editoras divulgam seus lançamentos.


Superpato 40 Anos
Edição Especial  — 196 páginas — formatinho 13,4 X 19cm — R$ 8,95

Destaques desta edição:

O Diabólico Vingador
Roteiro: Guido Martina. Desenho: Giovan Battista Carpi.
Origem do maior herói de Patópolis, o Superpato. Apresentando o final original, nunca antes publicado no Brasil.

A Revolta dos Maridos
Roteiro: Giorgio Pezzin. Desenho: Massimo De Vita.
As mulheres de Patópolis resolvem fundar um fã-clube do Superpato, e o declaram o “marido ideal”, causando a ira de seus maridos.

O Misterioso Cartola Mascarado
Roteiro: Massimo Marconi. Desenho: Massimo De Vita.
Superpato às voltas com um novo herói misterioso. Participação especial da Superpata.

Disponível inicialmente nos estados de SP, RJ, MG, ES, SC, PR e RS dia 18 de dezembro. Em breve, nos demais estados.


As Grandes Aventuras do Mickey
Edição Especial — 196 páginas — formatinho 13,4 X 19cm — R$ 8,95

Edição em homenagem aos 20 anos da morte de Paul Murry. Destaques:

Legião Estrangeira
Desenho: Paul Murry. Produzida originalmente em 1954.
Em visita à África, Mickey e Pateta se alistam na Legião Estrangeira e são enviados como espiões ao palácio do sultão de Ali Kat!

Em Busca do Selo da Fortuna
Roteiro: Carl Fallberg. Desenho: Paul Murry. Produzida originalmente em 1956.
Mickey e Pateta viajam para a Ilha das Bananas, em busca de um dos selos mais valiosos do mundo.

A Bola de Cristal
Roteiro: Carl Fallberg. Desenho: Paul Murry. Produzida originalmente em 1957.
Em uma aventura rara (publicada no Brasil uma única vez em 1958), Mickey tem que impedir que uma mágica bola de cristal caía nas mãos de bandidos.

Paul Murry, em texto divulgado pela Editora Abril:

Um ilustre eremita
Caipira convicto, tímido e avesso a badalações, o desenhista Paul Murry nasceu em 25 de novembro de 1911 em Stanberry, cidadezinha do noroeste do Missouri, nos Estados Unidos. Até o 26 anos, viveu e trabalhou numa fazenda. Aprendeu a desenhar por conta própria, e em 1938 mudou-se para Hollywood, onde trabalhou nos Estúdios Disney. Em 1945, trocou o cinema pelos quadrinhos, onde trabalhou com praticamente todos os personagens da Disney. Mas a lembrança mais nítida que os leitores guardam da obra do artista são as aventuras policiais da dupla Mickey e Pateta, publicadas originalmente em capítulos na revista Walt Disney’s Comics and Stories entre 1953 e 1984. Nessas investigações, o camundongo e seu amigo atrapalhado desbancam foras-da-lei do calibre de João Bafo-de-Onça, Dr. Estigma, Kid Monius e Ted Tampinha. Celebrado pelos fãs como “O Outro Homem do Camundongo” (o primeiro foi Floyd Gottfredson), esse eremita por opção faleceu em 4 de agosto de 1989 no isolamento de sua casa em Palmdale, no Deserto da Califórnia, onde viveu sozinho por quase duas décadas recebendo esporádicas visitas de seus 29 netos e dedicando-se “a música, a história natural, a agricultura e, vez ou outra, a fazer coisa nenhuma”.

Disponível inicialmente nos estados de SP, RJ, MG, ES, SC, PR e RS dia 18 de dezembro. Em breve, nos demais estados.


Tio Patinhas #533
Dez/09 — 84 páginas — formatinho 13,4 X 19cm — R$ 4,95
Destaque:

Noel, o Garoto-Propaganda
A guerra entre Patinhas e Mac Mônei pela venda de brinquedos de Natal chega ao auge. Até o Papai Noel acaba indo parar nas campanhas publicitárias de TV. Será o verdadeiro bom velhinho?


Pato Donald #2377
Dez/09 — 52 páginas — formatinho 13,4 X 19cm — R$ 2,95
Destaque:

O Antipapai Noel
Sem querer, Donald trouxe para a nossa dimensão o Papai Noel do universo de antimatéria! Agora o pato precisa mandar o Iapap Leon de volta, antes que ele encontre o Papai Noel verdadeiro. Se os dois se encontrarem, será o fim de ambos!


Zé Carioca #2342
Dez/09 — 52 páginas — formatinho 13,4 X 19cm — R$ 2,95
Destaques:

Natal no Morro
Está chegando o Natal e, pra variar, Zé Carioca está sem dinheiro. Então decide que vai dar um presente coletivo para os amigos: vai fazer nevar no morro!

E mais: aventuras com Superpateta contra o Mancha-Negra e Donald com o Peninha.


Mickey #807
Dez/09 — 52 páginas — formatinho 13,4 X 19cm — R$ 2,95
Destaque:

Segredo dos Mousestones
Patópolis, segunda metade do século 19. A era das máquinas a vapor mal começou. Nesse cenário, Mickey procura o famoso Pateta Girândola para ajudá-lo a devendar o misterioso desaparecimento de seu tio – o magnata foi raptado e a fórmula secreta do famoso confeito de família corre perigo.



Almanacão de Férias Disney #3
Dez/09 — 100 páginas — formato magazine 20 x 27cm — R$ 9,95


Almanaque Encantado de Férias Princesas #3
Dez/09 — 100 páginas — formato magazine 20 x 27cm — R$ 9,95


Princesas #58
Dez/09 — 44 páginas — formato magazine 20 x 26,5cm — R$ 7,95


Witch #94
Dez/09 — 52 páginas — formato americano  16,5 x 26 cm — R$ 7,95


As capas de Janeiro de 2010







Pato Donald, Zé Carioca e Mickey são lançados por volta do dia 5 de cada mês. Tio Patinhas, dia 10. Todos têm distribuição setorizada. Os gibis Disney são editados por Paulo Maffia.

Witch é lançada no final do mês anterior ao de seu mês de referência. Princesas, desde dez/09, no início do mês. Ambas têm distribuição nacional.

Todos os quadrinhos Disney são publicados pela Editora Abril.

Para conhecer o conteúdo de Tio Patinhas #534, de janeiro, clique aqui.
Para saber mais sobre todos os lançamentos Disney deste final de ano, clique aqui.
Para ler mais sobre Superpato, clique aqui e aqui.
Para ver o conteúdo detalhado de Pato Donald, Zé Carioca e Mickey de dez/09, clique aqui.

Clique aqui para comprar gibis Disney em nossa loja virtual, o Planeta Gibi Comic Shop.

17 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Legal a capa do especial do superpato. e ainda vão republicar a história do Cartola Mascarado

    ResponderExcluir
  3. Nossa todas as capas estão lindas..especialmente a do Super Pato,gostei mesmo e as capas de Natal do mês de Dezembro como eu esperava..Vlw Planeta Gibi Blog!!

    ResponderExcluir
  4. Zé Geraldo02/12/2009 03:12

    Com tanto material novo, e bom, saindo por aí, eles ficam publicando esse material velho para ganhar alguns trocados em cima da gente...
    Nunca gostei dessas histórias do Mickey do Murry. E como a Abril já tem tudo em arquivo, resolve relançar essas histórias como se fossem muito bacanas (o que não são).
    Compro os gibis há muitos anos, mas isso realmente CANSA a gente...

    ResponderExcluir
  5. "A Bola de Cristal" foi colorida por mim, com assistência da minha irmã. :)

    ResponderExcluir
  6. VOCÊ PINTA AS HISTÓRIAS MUITO BEM FERNANDO! TEM UM SITE QUE DISPONIBILIZA ALGUMAS HISTÓRIAS DISNEY E UMA VEZ TENTEI RECOLORIR UMA USANDO O PAINT PRA FICAR PARECENDO O SEU ESTILO,MAS DEMOROU MUITO!
    O SITE É ESSE AQUI E É INCRÍVEL:
    http://disneycomics.free.fr/index.php

    ResponderExcluir
  7. Imperdível essa edição especial do Superpato, assim com a do Mickey.

    Gostei da mini-biografia do Murry. As histórias dele são sensacionais. Não é dele o Pateta sempre com a mão na boca?

    ResponderExcluir
  8. A capa das Grandes Aventuras do Mickey ficou boa. E as HQs de Paul Murry são muito boas. Acho que esse especial entra pra minha coleção!

    P.S.: Pessoal, no meu blog dedicado a Tintim, parceiro do Planeta, está sendo publicado um especial sobre o último álbum de Hergé, "Tintim e a Alfa-Arte". Vale a pena conferir "A Evolução da Alfa-Arte", com informações, imagens e curiosidades inéditas no Brasil, além de uma entrevista exclusiva com o quadrinista Yves Rodier:
    http://asaventurasdetintin.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Olá! Obrigado pelo elogio! Sempre farei o meu melhor. Tente usar o Photoshop - as ferramentas para chapar são simples. Eu ainda uso a versão 7.0.

    ResponderExcluir
  10. Ao Zé Geraldo.
    Ô loco, cada loko, é a primeira vez no universo que alguem vem nos dizer que as histórias de Paul Murry não são boas. Fala sério, e o que é boa pra você entaõ?

    Ao anônimo:
    O Paint não serve nem pra criança colorir.
    O Fernando Ventura, de fato, pinta muito bem, atualmente. Parabens!
    Mas eu não gosto do seu traço de Zé Carioca. Acho feio!

    Ao Xandro:
    Seu blog é muito legal colega!
    Mas que tal você fazer suas próprias matérias, ao invés de pegar tudo dos outros mastigadinho?

    Pedro - RJ (o gente fina)

    ResponderExcluir
  11. Só pra constar,esse Pedro de cima é o que apareceu depois de mim,aquele que pensa que Perdidos nos Andes está no volume 25 do Carl Barks.Eu não sou fã do Murry,adoro o traço do Fernando,e penso que o sr.Xandro é muito legal.
    Pedro R.J(o primeiro)

    ResponderExcluir
  12. Meu caro Xará.
    Só pra constar II.

    Como eu digo, as pessoas sabem ler, mas não interpretam direito.

    Eu não disse que o Fernando desenha mal ou isso ou aquilo, eu disse que, (eu Padro) acho o traço dele feio, é uma opinião pessoal.
    Ele como artista deve entender que não se agrada a todos, nem Deus agradou.

    Sobre o Xandro, eu também não disse que ele é isso ou aquilo, eu disse que ele copia os posts prontos de outros blogs.

    Pedro - RJ (o cara!)

    ResponderExcluir
  13. Oi, Pedro! Sem problemas! Pode criticar à vontade. Naquele período eu ainda tinha muito o que aprender, mas o Chin, que era o editor, resolveu apostar, pois gostou das histórias e achou que meu traço maluco e movimentado causaria impacto entre os leitores. Isso realmente aconteceu, mas como a produção durou pouco não tive tempo de desenvolver melhor o meu traço.

    Hoje acredito que faria um Disney tão movimentado quanto, porém muito mais atraente. Você já viu alguns dos meus trabalhos mais recentes?

    http://fernandoventura.vox.com/

    http://www.fernandopventura.blogspot.com/

    Talvez estes te agradem mais do que as histórias que você viu publicadas!

    Um grande abraço e obrigado pelos elogios às cores. Continuarei estudando e caprichando em tudo.

    ResponderExcluir
  14. Eu vou juntar os dois blogs em um só em breve... só pra constar! :)

    ResponderExcluir
  15. Essa de lançar edições aleatorias é uma bagunça,são edições avulsas que não pertencem à nenhuma coleção,dificil de organizar...

    ResponderExcluir
  16. Ao Fernando Ventura quero dizer que aprecio seu trabalho. A variedade de estilos nos quadrinhos Disney é o que dá sabor às histórias. Perceber as sutilezas, acompanhar a evolução dos artistas no decorrer da carreira, é uma dimensão a mais para nós, que somos colecionadores e fãs desse maravilhoso universo Disney. Parabéns pelo talento e dedicação, Fernando. Na maioria das vezes, os bons artistas estão à frente de seu tempo, o que faz com que raramente possam desfrutar em vida do resultado de sua obra, mass isso pode mudar... Editores,por favor, acordem... Paulo Augusto-SP

    ResponderExcluir
  17. Ahaha..nem sabia que meu nome tava rolando ai...bom sobre os texto copiados faço ppropositalmente mesmo..mais claro colocando o nome do dono do texto e até o link!!

    Também faço os meus...mais na maioria é mais para aquivo mesmo..acho isso legal e de uma forma ou de outra divulgo ainda mais os blog dos amigos que considero muito..uma singela forma de agradecer os texto que gostei..e trazendo sempre aos meu blog as melhores imformação da net!!

    Abraços aos dois 'PEDROS'!!

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.