' '

14 de out de 2009

Luluzinha clássica está de volta

Por E. Rodrigues & José Rivaldo Ribeiro

Luluzinha #7 — O Conquistador será lançado pela Devir nas próximas semanas, depois de um ano e meio da publicação do volume 6 da coleção.



O material reproduz a série que vem sendo publicada nos EUA pela Dark Horse desde nov/04. Cada volume da Dark Horse tem sido desmembrado em dois pela Devir.

Se for seguida a sequência das primeiras edições, este #7 trará a reprodução integral de Dell Four Color #165 (out/47) e de Marge's Little Lulu #1 e 2 (jan-abr/48).

Quem procura quadrinhos inteligentes e divertidos encontra nesta coleção, sem receio de topar com lições de moral ou com a famigerada correção política. Não à-toa, nos anos 1970 e 80, as tiragens de Luluzinha da Abril não ficavam atrás de Mônica. E quando o material original acabou, a editora produziu aqui mesmo em seus estúdios mais HQs inéditas com a turma, dando-lhe uma sobrevida. Em 1994, definitivamente, Luluzinha deixou as bancas brasileiras. 

Luluzinha em resumo

A personagem foi criada por Marjorie Henderson Buell, conhecida como Marge, quando o jornal The Saturday Evening Post solicitou-lhe algo para ocupar o espaço deixado pela saída de Pinduca (ou Carequinha — de Carl Anderson). 

Em 23 de fevereiro de 1935, assim, a personagem estreou com uma gag (acima). Em junho de 1945, ganhou seu primeiro gibi: a edição #74 de Dell Four Color, com roteiros e desenhos de John Stanley — que logo faria parceria com Irving Tripp.


Four Color #74 (jun/45) e Marge's Little Lulu #1 (jan-fev/48)

Após mais 9 edições da FC, Lulu ganhou seu título independente, com numeração reiniciada (diferentemente de outros personagens que começaram estampando títulos na FC e que, quando ganharam seus próprios gibis, tiveram numeração continuada, como Tio Patinhas, Popeye, o próprio Bolinha..., numa situação decalcada depois pela nossa Diversões Juvenis).

Marge's Little Lulu foi até a edição #268 (1984). E além dos dez números de Four Color, estrelou mais 21 edições especiais (gigantes, anuais, temáticas etc.) e algumas edições do gibi March of Comics. Bolinha também ganhou edições de FC e teve título próprio (Tubby), contabilizando 49 edições com seu nome na capa.

Entre 1985 e 1992, saíram nos EUA 18 volumes da coleção Little Lulu Library, compilando suas histórias desde as edições de Four Color até Marge's Little Lulu #87. A editora, Another Rainbow, vinha então publicando os trinta volumes de Carl Barks Library e estava inaugurando sua divisão Gladstone, que passaria a publicar os títulos regulares da Disney no mercado americano.

Luluzinha pela Dark Horse

No final de 2004, a Dark Horse iniciou a republicação das HQs da Little Lulu Library, também em preto e branco, concluindo-a em janeiro do ano passado.

No meio do caminho, publicou uma edição especial colorida, com HQs de várias épocas da personagem (Little Lulu Color Special, 210 páginas, 17 X 26cm, mai/08).

Em maio deste ano, a coleção foi retomada de onde havia parado, inclusive com a continuação da numeração dos volumes.

Além de mudanças no layout de capa, a melhor surpresa foi a reprodução das HQs com seu colorido original. O papel offset foi substituído por couché e os livros passaram a incluir a reprodução das capas originais. Já o formato, seguiu sem alteração: 15,2 X 22,8cm.



#1 — abr/05 — reproduz as HQs de Four Color #74, 97, 110, 115 e 120. P&B. 242 páginas.
#2 — jun/05 — Four Color #131, 139, 146 e 158. P&B. 210 pág.
#3 — ago/05 — Four Color #165 e Marge's Little Lulu #1 a 5. P&B. 218 pág.


#4 — nov/04 — Marge's Little Lulu #6 a 12. P&B. 226 pág.
#5 — fev/05 — Marge's Little Lulu #13 a 17. P&B. 218 pág.
#6 — out/05 — Marge's Little Lulu #18 a 22. P&B. 250 pág.


#7 — dez/05 — Marge's Little Lulu #23 a 27. P&B. 200 pág.
#8 — fev/06 — Marge's Little Lulu #28 a 32. P&B. 250 pág.
#9 — abr/06 — Marge's Little Lulu #33 a 37. P&B. 250 pág.


#10 — jun/06 — Marge's Little Lulu #38 a 42. P&B. 218 pág.
#11 — ago/06 — Marge's Little Lulu #43 a 48. P&B. 200 pág.
#12 — out/06 — Marge's Little Lulu #49 a 53. P&B. 208 pág.


#13 — dez/06 — Marge's Little Lulu #54 a 58. P&B. 208 pág.
#14 — fev/07 — Marge's Little Lulu #59 a 63. P&B. 240 pág.
#15 — abr/07 — Marge's Little Lulu #64 a 68. P&B. 240 pág.


#16 — jul/07 — Marge's Little Lulu #69 a 74. P&B. 216 pág.
#17 — out/07 — Marge's Little Lulu #75 a 81. P&B. 232 pág.
#18 — jan/08 — Marge's Little Lulu #82 a 87. P&B. 216 pág.


#19 — abr/09 — Marge's Little Lulu #88 a 93. Cor. 202 pág.
#20 — set/09 — Marge's Little Lulu #94 a 99. Cor. 202 pág.


#21 — nov/09 — Marge's Little Lulu #100 a 105. Cor. 202 pág.
#22 — fev/10 — Marge's Little Lulu #106 a 111. Cor. 202 pág.


Curiosidade: a capa do volume 14 da Dark Horse traz a mesma ilustração da edição #1 de Luluzinha no Brasil, da Editora O Cruzeiro (jul/55).

Luluzinha pela Devir


#1 — mai/06 — Vai às Compras — reproduz metade do volume 4 da Dark Horse. P&B. 106 pág. O formato do brasileiro é maior do que o original americano: 16,5 X 23,8cm.
#2 — set/06 — Menina Não Entra?! — reproduz a outra metade do volume 4. P&B. 130 pág.

Curiosidade: nos EUA, o volume 4 também foi o primeiro a ser lançado pela Dark Horse — provavelmente porque nele os personagens já estão mais evoluídos, mais próximos das características que os tornaram populares.


#3 — fev/07 — O Piquenique — reproduz metade do volume 1 da Dark Horse. P&B. 138 pág.
#4 — jul/07 — O Clube da Lulu — reproduz a outra metade. P&B. 106 pág.


#5 — out/07 — Tarde de Domingo — reproduz metade do volume 2 da Dark Horse. P&B. 106 pág.
#6 — abr/08 — Uma Dupla do Barulho — reproduz a outra metade. P&B. 106 pág.

Voltaremos ao tema oportunamente, para falar detalhadamente sobre a passagem de Luluzinha e sua turma pela Editora Abril.

Clique aqui para comprar Luluzinha em nossa loja virtual, o Planeta Gibi Comic Shop.

4 comentários:

  1. A Luluzinha Clássica de volta???????? Que ótimoooo!! \o/

    ResponderExcluir
  2. Se for pra escolher prefiro turma da mônica..mais como gosto de hqs..então vale,hehehe...

    ResponderExcluir
  3. pois saiba q o mauricio de souza se inspirou na luluzinha repare como exemplo: luluzinha-vestido vermelho,confiante ,a lider,e outras coisas. mônica-vestido vermelho ,lider,confiante e outras coisas. bolinha-acaba com nha,sempre implicando com a lulu,e o personagem secundario,e tem um proprio clubinho de meninos. cebolinha-acaba nha,sempre implicando com a mônica,e o personagem secundario,e tem seu proprio grupinho de meninos . glorinha-todos os meninos do bairro querem namorar ela ,usa um vestido cor de rosa. carminha frufru-usa vestido cor de rosa,todos os meninos do bairro querem namorar ela .

    ResponderExcluir
  4. Luluzinha e bolinha são muito divertidos de ser ler, tenho todas as revistas mas só são boas as originais de John Stanley e Irv Tripp lançadas inicialmente aqui no Brasil pela Editora cruzeiro e agora pela editora pixel, pois tem outras histórias terceirizadas da editora abril que aparecem, em grande parte, o mordomo do plínio Anastácio que são história horriveis com péssimo enredo, essas não são boas. Mas fico feliz que a Turma da Monica, feita pelo gênio brasileiro Mauricio de Souza, tenha crescido e se tornado um império em variedade, quantidade de revistas e licensiamento, e que eu saiba, só perde para a Disney. A Turma da Monica, é um orgulho para os brasileiros.

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.