' '

28 de set de 2009

As HQs de Don Rosa no Brasil (1)

Por José Rivaldo Ribeiro

Hugo Keno Don Rosa dispensa apresentações. É considerado por grande maioria dos leitores o melhor roteirista/desenhista dos patos, depois de Carl Barks.

Debutou em abril de 1987 com a histórica HQ The Son of the Sun, na edição #219 da revista americana Uncle Scrooge. A partir daí foi um sucesso atrás do outro.

O Planeta Gibi Blog começa aqui um guia especial de todas as HQs publicadas no Brasil deste grande Mestre Disney. Os posts serão semanais, com cinco obras cada, seguindo a ordem cronológica oficial.

1
The Son of the Sun
publicado originalmente em Uncle Scrooge #219 (abr/87, EUA)
No Brasil: O Filho do Sol
Mestres Disney #1 (mar/05)


2
Nobody's Business
publicado originalmente em Uncle Scrooge #220 (mai/87, EUA)
No Brasil: Patos de Negócios
Mestres Disney #1 (mar/05)

3
Mythological Menagerie
publicado originalmente em Walt Disney's Comics and Stories #523 (jul/87, EUA)
No Brasil: Bicharada Mitológica
Mestres Disney #1 (mar/05)

4
Recalled Wreck
publicado originalmente em Walt Disney's Comics and Stories #524 (ago/87, EUA)
No Brasil: O Desmanche do Carango
Mestres Disney #1 (mar/05)

5
Cash Flow
publicado originalmente em Uncle Scrooge # 224 (set/87, EUA)
No Brasil: Fortuna Flutuante
Tio Patinhas #291 (ago/89)
Mestres Disney #1 (mar/05), como Fortuna Deslizante

Os leitores brasileiros tiveram que esperar quase dezoito anos para poderem se deleitar com as histórias de estreia de Don Rosa na língua pátria. A série Mestres Disney foi honrosamente inaugurada justamente com a publicação dessas pérolas dos quadrinhos Disney.

Fortuna Flutuante, publicada com apenas dois anos de diferença da original, passou despercebida por aqui. Foi recebida pelos leitores como uma história qualquer. Afinal, quem no Brasil conhecia Don Rosa em 1989?


Fonte: Uncle Scrooge Adventures in Color by Don Rosa #1 a 4

Clique aqui para comprar HQs de Don Rosa em nossa loja virtual, o Planeta Gibi Comic Shop.

5 comentários:

  1. Adorei a matértia pois as Hqs Disney que mais gosto é as do Don Rosa!

    Tem continuação né?!

    ResponderExcluir
  2. Puxa, Puxa, Puxa, caramba tri-caramba.
    Finalmente finamente um lugar onde eu possa pesquizar don rosa sem precisa tá clicando de página em página.
    Valeu amigão!
    Já tô de olho em alguns.
    Thiago de POA

    ResponderExcluir
  3. A única palavra que me vem a mente ao ler esse post é OBRIGADO, MIL VEZES OBRIGADO. Eu sou um fã ardoroso de Don Rosa e do seu incrível trabalho, já tenho praticamente todas às revistas brasileiras com trabalhos do Don Rosa e devo agradecimentos a galera do Planeta Gibi pois muitas dessas revistas que agora tenho na minha coleção eu comprei com eles, e também um agradecimento especial ao meu amigo Matheus Guarany da comunidade Quadrinhos Disney (da qual também pertenço) que me mostrou o "caminho das pedras", para encontrar muitas revistas com trabalhos de Don Rosa.
    Don Rosa é show assim como esse blog.
    Já estou no aguardo das próximas informações sobre o Mestres DON ROSA.
    Ludy-RS

    ResponderExcluir
  4. Parabéns e mais uma vez obrigado!
    Sou um dos admiradores do grande Don Rosa e fico muito contente com essa nova seção do blog!

    ResponderExcluir
  5. Puxa! Valeu Ludy!
    E, esse post vai ajudar muuuuuita gente, podem apostar! Eu (ainda bem!) já tenho todas as histórias do Sr. Don Rosa publicadas no Brasil! Foi duro, foi duro...
    Mas tomara que todos os interessados nessas histórias dele possam também usufruir de uma sensação maravilhosa que é a de conseguir todas elas!
    Matheus

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.