' '

31 de ago de 2009

Homem-Aranha na casa de Mickey Mouse: Disney compra Marvel

Por E. Rodrigues


atualizado às 22h59
Mauricio de Sousa: opinião sobre a transação

No programa Roda Viva, gravado e exibido hoje pela TV Cultura, Mauricio foi perguntado sobre o significado da compra da Marvel pela Disney. Ele respondeu:

"Significa que os quadrinhos estão supervalorizados, que os filmes de maior bilheteria são aqueles baseados em quadrinhos. A Disney captou isso, e a Marvel deve estar querendo mudar de ares, e passou para a Disney, que vira um monstro, que entra no MEU mundo. Então a briga vai ser boa, porque a minha briga, nas histórias em quadrinhos, no mundo, é com a Disney. Vamos ver o que vem aí."

A transação

A Walt Disney Company acaba de anunciar que comprará a Marvel Entertainment por 4 bilhões de dólares.

A surpreendente notícia foi divulgada há pouco e já corre o mundo. A conclusão da negociação dependerá da aprovação de autoridades antitruste americanas. O negócio abre caminho para os personagens Marvel nos canais de televisão e sites da Disney, além de poderem ocupar espaço nos parques temáticos do grupo.

Ike Perlmutter, alto executivo da Marvel e seu maior acionista, declarou que a Disney é o lar perfeito para os personagens Marvel, dada sua comprovada habilidade para a criação de conteúdo e de licenciamentos.

Antes dessa, a última grande transação da Disney tinha sido a compra da Pixar, por 7,4 bilhões de dólares, em janeiro de 2006.


Mauricio de Sousa hoje na TV

O Roda Viva entrevista hoje o cartunista e empresário Mauricio de Sousa. Acompanhe e participe do programa que será exibido ao vivo às 18h30 na internet: http://www.iptvcultura.com.br/

Na TV Cultura, o Roda Viva entrará no ar às 22h10. Imperdível!

Gibis Disney Setembro de 2009 — Zé Carioca #2339, Pato Donald #2374 e Mickey #804

Por José Rivaldo Ribeiro

Zé Carioca #2339
52 páginas — formatinho — R$ 2,95
Um Vampiro Incomoda Muita Gente
Desenhos: Luiz Podavin.
Primeira publicação: Zé Carioca #1549, jul/81.
A claridade se aproxima e na Vila Xurupita um vampiro foge desesperadamente dos primeiros raios de sol. Imaginem logo onde ele resolve se esconder! No guarda-roupa do Zé. O resto é muita confusão, sustos e gargalhadas. O tal 'Conde Dráquila' desta HQ agradou tanto que teve direito a um retorno, em Zé Carioca #1629 (jan/83), tendo a honra de dividir a capa com o Zé, inclusive.
Pesqueiro Muito Secreto
Roteiro: Arthur Faria Jr. Desenhos: Haroldo Guimarães Neto.
Primeira publicação: Urtigão #112, fev/91.
Mickey e Pateta procuram descanso e sem querer encontram o pesqueiro secreto do velho Urtigão Urtiga. A curiosa HQ brasileira mostra uma das raras vezes em que esses personagens de universos diferentes se encontram numa mesma trama. No final, o matuto ainda é surpreendido pela visitinha de 'velhos amigos'.

Mãos Que Ajudam
Desenhos: Tony Strobl.
Primeira publicação: Zé Carioca #1261, jan/76.
As paredes da Patada precisam de uma bela pintura. E como sempre, para economizar uns trocados, Tio Patinhas usa os serviços de Donald e Peninha. Em se tratando desta dupla, o barato pode acabar saindo muito caro.

A Cascata do Zé
Roteiro: Ivan Saidenberg. Desenhos: Renato Canini
Primeira publicação: Zé Carioca #1275, abr/76
Em mais um de seus famosos golpes, Zé tenta e consegue vender uma cascata — para quem já vendeu até o Cristo Redentor e o Pão de Açúcar isso será moleza!
Se bem que nessa HQ o papagaio calculou mal e acabou fazendo o que mais detesta.


A Ameaça dos Monstros
Roteiros: Ivan Saidenberg. Desenhos: Carlos Edgard Herrero.
Primeira publicação: Zé Carioca #1235, jul/75

Mais uma vez, e agora disfarçados de monstros, Mancha Negra e os Irmãos Metralha tentam derrotar o fabuloso e invencível Morcego Vermelho! No fim, ninguém contava com a astúcia do herói purpúreo.

Um Amigo Muito Especial
Desenhos: Eli Marcos M. Leon.
Primeira publicação: Zé Carioca #1865, out/89.

Afonsinho, com seu jeito maroto e bobinho, está às voltas com Zé, Nestor e um amiguinho muito especial, pelo menos para ele. Mas especial mesmo é atitude de Afonsinho, que fecha esta HQ com chave de ouro.

Pato Donald #2374
52 páginas — formatinho — R$ 2,95

Briga na Neve
Roteiros: Janet Gilbert. Desenhos: Vicar.
Primeira publicação: Micky Maus #2009-05, Alemanha, jan/09. Inédita no Brasil.
Figurando na bela capa, Donald e seu eterno vizinho chato abrem a edição esquentando o inverno patopolense numa guerra de neve sem motivos, a não ser tirar boas gargalhadas do leitor.

A Rainha das Amazonas
Roteiros: John Lustig. Desenhos: William van Horn.
Primeira publicação: Donald Duck Adventures #20 (Gladstone), Estados Unidos, jan/90. Inédita no Brasil.
Mestre das encrencas, do mau-humor e do azar, Donald busca a fama a qualquer custo nesta HQ, não importando de que forma. Mas o que ele nunca imaginou é que seu inconfundível azar o traria a uma aventura no Brasil e lhe daria uma recompensa milagrosa.

O Sinal do Triplo Saiuruca
Roteiro e Desenhos: Don Rosa.
Primeira publicação: Aku Ankka #1998-02, Finlândia, jan/98. Inédita no Brasil.
Segunda aventura da série de HQs inéditas que vêm sendo publicadas na revista do Donald e que completarão a obra de Keno de Don Rosa publicada no Brasil.
É dia de seu aniversário, e nessa data Gastão sempre tenta fugir o máximo das comemorações junto à família. Parece que sua insuperável sorte o abandonou! O que teria acontecido ao ganso? A HQ mostra ainda a origem de sua sorte — e esse azar que secretamente o persegue. Em flashes, Don Rosa ressuscita personagens da família Pato vistos antes apenas na saga do Tio Patinhas.

Mickey #804
52 páginas — formatinho — R$ 2,95

Dr. Mouse, partes 3 e 4
Roteiros: Fausto Vitaliano. Desenhos: Alessandro Perina. Tradução: Primaggio Mantovi.

Primeira publicação: Topolino #2777-8, fev/09, Itália.
Conclusão da sátira ao seriado de televisão Dr. House, iniciada na edição anterior. Leia o post que fizemos sobre esta adaptação aqui.

A Maldição da Estátua
Roteiro: Stefan Petrucha. Desenhos: Xavier Vives Mateu.
Primeira publicação: Donald Duck & Co #2009-04, Noruega, jan/09. Inédita no Brasil.

Comédia de erros onde Pluto é a estrela. Horácio tenta livrar-se de uma estátua, enquanto Pluto tenta resgatá-la e Mickey, devolvê-la ao dono! HQ divertida, em ritmo de desenho animado.

Para ler o preview de Tio Patinhas #530, que sairá em 10 de setembro, clique aqui.

Fonte de índices e criadores: Inducks

Clique aqui para comprar estes gibis Disney em nossa loja virtual, inclusive em pré-venda e em kits.

30 de ago de 2009

28 de ago de 2009

Tesouros Disney — em Quadrinhos


Em agosto de 2006, a editora americana Gemstone iniciou uma coleção em formato americano cujas capas mimetizavam as embalagens dos DVDs Disney Treasures (leia sobre eles aqui). 

Homônima, sua primeira edição foi DISNEY COMICS: 75 YEARS OF INNOVATION — THE OFFICIAL ANNIVERSARY BOOK. Por suas 164 páginas passeavam vários Mestres Disney, como Barks, Rosa, Taliaferro, Gottfredson, van Horn, Scarpa, Canini... 

Canini? Isso mesmo. Raridade num gibi dos EUA, o Brasil deu as caras ali numa HQ de Zé Carioca, por Canini e Fukue (Zé das Filas, de 1980).


O segundo número, de fev/2008, prestou homenagem aos 60 anos de Tio Patinhas: UNCLE SCROOGE: A LITTLE SOMETHING SPECIAL — SIXTY YEARS OF COMICS RICHES. HQs de Barks, Rosa e Rota, entre outros.


A terceira edição seria lançada dez/2008: MICKEY MOUSE IN DEATH VALLEY, em comemoração ao aniversário de 80 anos do camundongo — supõe-se, pois não há nenhuma menção assim na capa. 

Esse volume entrou na espiral de atrasos que os títulos da Gemstone enfrentaram no ano passado e que culminou com a transferência da licença de publicação dos quadrinhos Disney para a BOOM! Studios. Quem sabe daqui a cinco anos?


O quarto volume estava programado para julho passado: DONALD DUCK: 75 UNLUCKY YEARS — THE ONCE AND FUTURE DUCK. Mas as dificuldades financeiras da Gemstone acabaram por sacrificar essa passagem de data tão significativa. As capas dessas duas últimas edições, por sinal, indicavam que a quantidade de páginas do título já seria reduzida para 132.


Por E. Rodrigues
Postado originalmente em 21/abr/2009 dentro de 'Tesouros Disney'. O texto foi agora atualizado.

27 de ago de 2009

Da série 'capas inéditas': Gemstone

Por E. Rodrigues & José Rivaldo Ribeiro

Quando a americana Gemstone suspendeu a publicação dos gibis Disney, as capas de várias edições futuras já estavam prontas. Resta-nos apreciar suas artes, já que provavelmente nunca serão realmente editadas. Ainda mais agora, que a nova editora Disney nos Estados Unidos, a Boom! Studios, optou por uma linha bem italiana para os gibis que começará a lançar a partir de setembro.


Todas as capas engavetadas da Gemstone, pela ordem:
WDC&S #desconhecido, #699 (dez/08), #700 (jan/09)
WDC&S #701 (fev/09), #702 (mar/09), #703 (abr/09)
WDC&S #704 (mai/09), #705 (jun/09), US #384 (dez/08)
US #385 (jan/09), #386 (fev/09), #387 (mar/09)
US #388 (abr/09), #389 (mai/09), #390 (jun/09)
WDT #3 (dez/08), #4 (jul/09), WDVP #6 (jun/09)
WDSF #3 (abr/09), DRL #1 (dez/09), MMA #13 (nov/06)
DDA #22 (mai/07), DJC #2 (mai/09), BRC #4 (set/08)
BRC#5 (mar/09)


26 de ago de 2009

De Ziraldo: Todo-Poderoso Timão em Quadrinhos

Por E. Rodrigues

No início de setembro chegará às livrarias o 16º volume da Coleção Ziraldo: Todo-Poderoso Timão em Quadrinhos, pela Editora Globo. A edição faz parte das comemorações do centenário do Corinthians, que ocorrerá em 2010.

O álbum traz o personagem Mosquetinho, "um garoto apaixonado pelo Corinthians. O pai e o avô também são corinthianos e o incentivam nessa torcida, contando-lhe episódios marcantes da história do time e acompanhando o menino em muitas aventuras pelo mundo do futebol. Como no grande dia em que Mosquetinho visitou o Parque São Jorge, ou quando assistiu pela primeira vez a uma final no estádio, sua viagem para ver o clube jogar fora de casa ou na sua vez de enfrentar uma peneira. A trajetória de um dos maiores clubes brasileiros é narrada em quadrinhos neste livro. Conheça grandes personagens, símbolos e títulos do todo-poderoso Timão", informa o texto de divulgação.

A edição mais recente desta coleção era até então Coisas de Menina, lançada há um ano.

São 112 páginas em formato magazine (19 x 27,5cm) e lombada quadrada, a um preço sugerido de R$ 25,00.

Para brincar de quem-é-quem

Por E. Rodrigues e José Rivaldo Ribeiro

Uma página de Cascão Porker para brincar de quem-é-quem no reino dos mágicos e feiticeiros!

Alguém consegue dizer qual gibi de Mauricio teve arte tão surpreendente antes desse? Trata-se verdadeiramente de uma graphic novel, e torcemos para que haja uma publicação também em edição de colecionador, com capa dura.

É digno de nota, ainda, que esta edição específica de Clássicos do Cinema tem papel melhor que das anteriores, e pelo mesmo preço. A qualidade do papel só faz destacar as cores vibrantes da HQ. Imperdível para leitores, colecionadores, fãs de Harry Potter, entusiastas dos quadrinhos nacionais...

Cascão Porker tem roteiro de Flavio de Jesus, desenho e arte final de José Marcio, cores de Camila Fernandes e letras de Kina.

Clássicos do Cinema #15 (ago/09), 52 páginas, formato magazine (19 X 27,5cm), preço de capa R$ 5,50. Clique aqui para comprar esta edição, já disponível em nossa loja virtual, o Planeta Gibi Comic Shop.

25 de ago de 2009

Aventuras Disney: 4º ano

Por José Rivaldo Ribeiro e E. Rodrigues

Nas décadas de 1970 e 80, os gibis Disney estavam entre as revistas — de qualquer gênero, diga-se — de maior circulação do Brasil. Tio Patinhas ocupou o topo dessa lista com frequência, seguido de perto por Disney Especial, Edição Extra, Almanaque Disney, Mickey, Zé Carioca, Pato Donald, Margarida... Os títulos se multiplicavam, e a necessidade de mais e mais HQs para preenchê-los, também. E para isso o Estúdio Abril contava com muitos talentos.

Quando fizemos estes posts revisando os quadrinhos publicados em Aventuras Disney, demo-nos conta desse verdadeiro trabalho de recuperação da memória da produção Disney nacional que foi essa revista. Claro, foi apenas uma fração da enormidade de coisas feitas por aqui, mas nada foi escolhido a esmo. Muito ao contrário, resta evidenciado que dentro do excelente mix de novidades e clássicos de Aventuras Disney, suas HQs foram selecionadas cuidadosamente. E ao passo que lamentamos o cancelamento da revista, já começamos a ver que esse cuidado de seleção está sendo continuado, agora em Zé Carioca, com sua nova proposta.

#37 (ago/08)
Famoso na Itália, Indiana Pateta abre a edição com Sopro que Voa (roteiro de Massimo Marconi e arte de Giuseppe Dalla Santa). O personagem também participa da história seguinte com Mickey e sua turma, numa aventura que seria publicada em seis partes, homenageando as olimpíadas de Pequim 2008 (roteiro de Massimo Marconi e arte de Paolo Mottura e Roberto Vian). A reedição da HQ brasileira Quem É o Maratonista? (roteiro de Lúcia de Nobrega e arte de Eli Marcos M. Leon) fecha a edição.

#38 (set/08)
Continua a saga em busca dos cinco anéis símbolo das Olimpíadas de Pequim 2008, em mais três partes. Depois, um clássico absoluto do mestre Paul Murry, O Papagaio Que Sabia Ler. Famoso por conquistar fãs pelo traço nas aventuras de detetive vividas pelo camundongo Mickey, Murry também agradava quando emprestava seu talento para aventuras vividas pelos patos.

#39 (out/08)
Todas as HQs desta edição têm participação de Gastão, afinal este volume de Aventuras Disney comemora seus 60 anos. Vamos encontrar aqui muita confusão, briga e dor de cabeça para o pobre Donald: A Visita do Primo Gastão (de Carl Barks) marca a estreia do primo chato e irritante. Isso mesmo, essas eram as características de Gastão bem no início. E Barks só piorou um pouco mais as coisas para o lado do Donald algum tempo depois, quando ainda concedeu ao ganso sua antipática sorte. Em seguida, temos a HQ que inaugurou o gibi do papagaio mais famoso do Brasil: Zé Carioca Contra o Goleiro Gastão (desenhos de Jorge Kato) é da época em que os personagens de Patópolis contracenavam com o malandro. O Miado do Gato (roteiro de Carl Fallberg e desenhos de Paul Murry) traz Gastão e Tio Patinhas numa aventura no deserto. Trapaças no Cruzeiro (roteiro de Abramo e Giampaolo Barosso, desenhos de Romano Scarpa) é uma pérola que permanecia inédita no Brasil desde 1963. Em Sorte Não É Arte (de Cèsar Ferioli Pelaez) Gastão ganha um vizinho que põe Silva no chinelo. Por fim, a inédita Correndo pelo Piquenique (roteiro de John Lustig e desenhos de William van Horn).
#40 (nov/08)
Edição de estréia de Ultra-Heróis, saga em nove partes (roteiro de Alessandro Ferrari, Giorgio Salati e Riccardo Secchi, com desenhos de Antonello Dalena, Emilio Urbano, Ettore Gula, Manuela Razzi, Roberta Migheli e Stefano Turconi). Dentre os vários heróis desta nova liga estão o brasileiríssimo Morcego Vermelho e a mais brasileira que italiana Superpata. Esta saga, por sinal, foi a escolhida para reinaugurar o ultraclássico gibi americano Walt Disney Comics & Stories, a partir do mês que vem. Completam a edição as republicações da hilariante Apuros Caninos, com Tio Patinhas, Donald e Peninha na redação de A Patada (desenhos de Tony Strobl) e a aventura Bandidos do Bosque (roteiro de Carl Fallberg desenhos de Paul Murry).

#41 (dez/08)
Capítulos 4 e 5 da mini Ultra-Heróis. Duas reedições: Huguinho, Zezinho e Luisinho estão no sítio da Vovó Donalda em Uma Delícia de Arte (da Disney Studios). E Donald está em Com Mil Caracóis! (roteiro de Don Christensen e desenhos de Tony Strobl), que tem a participação do Professor Ludovico.

#42 (jan/09)
Mais dois capítulos de Ultra-Heróis. Este número republica a adaptação de Paul Murry para o famosíssimo segmento O Aprendiz de Feiticeiro, do clássico Fantasia (1940). Donald e Tio Patinhas estão em Como Salvar Um Tesouro (desenhos de Jack Bradbury) — durante as décadas de 1950 e 60, Bradbury e Strobl desenharam várias HQs relembrando, por meio de álbuns de fotografias, várias aventuras vividas pela família Pato. E esta edição fecha com a arte de Paul Murry em O Consertador Desconcertado.

#43 (fev/09)
São publicados aqui os dois últimos capítulos de Ultra-Heróis. Numa gag de uma página, O Espertinho (roteiro de Bill Walsh e desenhos de Manuel Gonzales) traz de volta o esquecido amigo de Mickey e Pateta, o Amadeu. E Tony Strobl desenha Antes de Donald... A Escola Era Risonha e Franca (roteiro de Carl Fallberg).

#44 (mar/09)
Começa uma nova saga, em quatro capítulos: Donald dá vida a mais um personagem em Donald Duplo - Missão 001 (roteiro de Fausto Vitaliano e Marco Bosco, com desenhos de Andrea Freccero, Francesco D'Ippolito, Marco Mazzarello e Vitale Mangiatordi). Esta é a HQ escolhida para marcar o retorno do gibi do Donald nos Estados Unidos, a partir de outubro. São reeditadas O Feitiço Quaquaquá! (roteiro de Ivan Saidenberg e desenhos de Verci de Mello), com Maga Patalójika, e Miss Patópolis (desenhos de Tony Strobl) com Margarida, em mais uma HQ da série dos álbuns de fotografias. Por fim, temos mais Paul Murry em A Estranha Missão de Mickey (com roteiro de Carl Fallberg).

#45 (abr/09)
Mais dois capítulos de Donald Duplo. E Tio Patinhas está em Uma Vitória Brilhante (roteiro de Joerly Nascimento Santos e desenhos de Sérgio Lima), publicada por aqui pela última vez há quase 30 anos.
#46 (mai/09)
Última parte de Donald Duplo e três republicações de peso. É impossível ler Errar Para Acertar (roteiro de Dick Kinney e desenhos de Al Hubbard) sem dar boas gargalhadas. Depois do Peninha brasileiro, só mesmo a dupla Kinney e Hubbard para dar vida ao pato desastrado. Mickey e Pateta estão em mais um clássico de Murry, O Grande Invento Sem Nome. O Barco das Atrações (desenhos de Tony Strobl) é uma aventura de dezessete páginas com participação dos patos, dos ratos e até do Pinóquio (!). A HQ foi capa de Tio Patinhas #4 (dez/64).

#47 (jun/09)
A série Os Mágicos de Mickey comparece em outra aventura inédita (roteiro de Stefano Ambrosio e desenhos de Lorenzo Pastrovicchio). São reeditadas Boa Viagem (roteiro de Bob Gregory e desenhos de Tony Strobl), uma das raras HQs em que Donald, vovó e seus sobrinhos não estão em temas domésticos — mas sim em grandes aventuras, que parecem as famosas caças aos tesouros de Barks! E há Os Fios Elétricos do Pateta (desenhos de Paul Murry).

#48 (jul/09)
A última edição de Aventuras Disney é totalmente dedicada a um dos vilões mais queridos dos quadrinhos Disney, Mancha Negra. Muitas HQs brasileiras mostraram a chorosa e apaixonada Madame Min às voltas com a rejeição do vilão de negro. Mas pouco sabia-se sobre a origem de tal paixão. A Bruxa Adormecida no Bosque (roteiro de Bob Ogle, desenhos de Paul Murry e cores de Fernando Ventura), a HQ que abre a edição, é o ponto de partida da dor de amor da pobre bruxa — afinal, o vilão não quer nem nunca quis nada com Min, senão apenas tirar proveito de seu poderes. Há ainda a republicação de mais duas histórias de Murry, Mistério no Rio e A Baleia Assassina, e de duas brasileiras, As Férias do Mancha Negra (roteiro de Carlos Alberto Paes de Oliveira desenhos atribuídos a Roberto O. Fukue) e A Volta do Mancha (roteiro de Magic Eye Studio e desenhos de Carlos Mota). Para encerrar, a inédita O Amuleto Ancestral (roteiro de Carol e Pat McGreal, com desenhos de Jesper Lund Madsen).

Clique aqui para ler nossos outros posts sobre Aventuras Disney.

Fonte de índices e criadores: Inducks.

Clique aqui para ver as edições de Aventuras Disney disponíveis em nossa loja virtual, o Planeta Gibi Comic Shop.