' '

11 de jul de 2009

Pato Donald trará as HQs inéditas de Don Rosa no Brasil

Por José Rivaldo Ribeiro e E. Rodrigues

PLANETA GIBI EXCLUSIVO — A Editora Abril publicará histórias ainda inéditas no Brasil do mestre Don Rosa nas próximas edições do gibi Pato Donald. Além disso, está programada a publicação de diversas HQs especiais na revista, dentro das comemorações do aniversário de 75 anos do personagem, incluindo um remake de Carl Barks.



Em Pato Donald #2373, nas bancas no início de agosto, sairá The Once and Future Duck (roteiro e arte de Don Rosa). Com 24 páginas, esta HQ foi publicada pela primeira vez em maio e junho de 1996, em partes, nas 'co-irmãs' Anders And & Co. (Dinamarca), Kalle Anka & C:o (Suécia) e Donald Duck & Co (Noruega) #1996-21-22-23. Em seguida, saiu em diversos outros países europeus, como Itália, Alemanha, França e Holanda. Walt Disney Comics & Stories trouxe-a também em três partes, no início de 1997, nas edições # 607 a 609. Na aventura, Professor Pardal encontra-se com o Rei Arthur quando testa o capacete do tempo que acabara de inventar. Lampadinha, Donald e os sobrinhos completam o quadro. Curioso notar que trama semelhante ocorreu num episódio da série televisiva DuckTales (em 'Sir Gyro de Gearloose', exibido originalmente em 6 de outubro de 1987, nos EUA).


Em Pato Donald #2374 (set/09): The Sign of The Triple Distelfink. Roteiro e arte de Don Rosa, com 14 páginas. Primeira publicação em janeiro de 1998 na tríade Anders And & Co., Kalle Anka & C:o e Donald Duck & Co #1998-04. A aventura retrocede ao século retrasado para contar como começou a sorte que permeia a família de Gastão. E retorna ao presente, com Donald e Gastão jovens. A família Pato comparece em peso nessa HQ, inclusive antepassados (vide aqui um post nosso que cita essa história). Publicada em vários países europeus, Rússia incluída, nos EUA saiu em Uncle Scrooge #310, ainda pela Gladstone, em 1998.


Em Pato Donald #2375 (out/09): From Duckburg to Lillehammer. Roteiro e arte de Don Rosa, com 12 páginas. Foi publicada quase que simultaneamente em vários gibis europeus, no início de 1994. Mas a americana Donald Duck #283, da Gladstone, chegou às bancas primeiro que as outras, em janeiro daquele ano. Aqui, Donald tentará vencer Gastão numa competição. A Lillehammer do título é, de fato, a cidade norueguesa que sediou as Olimpíadas de Inverno de 1994. Na HQ, o desejo de Donald é participar desse evento.


Em Pato Donald #2376 (nov/09): The Duck Who Never Was. Roteiro e arte de Don Rosa, com 16 páginas. A história saiu em vários gibis que comemoravam o aniversário de 60 anos de Donald, entre maio de junho de 1994. O primeiro deles a chegar às bancas, contudo, foi o alemão 60 Jahre Donald Duck. Nos EUA, foi publicada em Donald Duck #286, uma edição especialmente dupla. Huguinho, Zezinho e Luisinho fingem se esquecer do aniversário do tio porque estão lhe preparando uma festa surpresa. Deprimido, Donald deseja nunca ter nascido.

Além dessas, o gibi trará outras histórias especialmente selecionadas para comemorar o aniversário de Donald. Entre elas, destacamos:


King Scrooge The First. Um clássico de Carl Barks, desenhado em 1967 por Tony Strobl. Aqui, um remake por Daan Jippes, com 21 páginas, publicada pela primeira vez em dezembro de 2007 em Carl Barks' Samlede Værker XXVIII (o equivalente dinamarquês/norueguês/sueco ao nosso O Melhor da Disney). No Brasil, a primeira versão saiu em Tio Patinhas #32 (mar/68), e ganhou republicação, mais recentemente, em O Melhor da Disney #24 (set/06), com o título Xá Patinhas, Primeiro e Único. Nesta aventura, Tio Patinhas, Donald e os sobrinhos são hipnotizados para localizarem, num deserto, um tesouro escondido há 4000 anos por seus antepassados.


The Amazon Queen. HQ de 24 páginas, roteirizada por John Lustig e desenhada pelo mestre William van Horn. Primeira publicação em janeiro de 1990, na americana Donald Duck Adventures #20 (Gladstone), ganhando a Europa em seguida. A história traz Donald, sobrinhos e Tio Patinhas numa nova aventura dos patos na amazônia brasileira.

Notas:

O Inducks registra ainda as seguintes HQs de Don Rosa, não listadas acima, também inéditas no Brasil:

Uncle Scrooge — A Matter of Some Gravity (1996, 16 páginas. Dinamarca Anders And & Co. #1996-32 — D96001), que será publicada em Tio Patinhas, em 2010.

Duck Tales — Back in Time for a Dime! (1990, 4 páginas, roteiro de Rosa, arte de Cosme Quartieri. EUA DuckTales Magazine #2 — KDTM90i).

Uma gag de uma página, Uncle Scrooge (da revista alemã Tempo Magazin #1995-10 — GTEM9510 ).

Crédito dos scans: outducks

20 comentários:

  1. Em dezembro, fará 50 anos da publicação da primeira história Disney desenhada por um brasileiro (Papai Noel por Acaso, de Jorge Kato, de 1959). Seria bom se a Abril lembrasse desse fato.

    ResponderExcluir
  2. É mesmo, Daniel. E parece que faz um bom tempo que ela não é republicada. E os 50 anos vão merecer aqui, no nosso modesto espaço, atenção especial.

    ResponderExcluir
  3. Bem lembrado! Aliás a Abril poderia fazer uma série de perfis dos artistas Disney brasileiros, nem que fosse um cantinho na seção de cartas.

    ResponderExcluir
  4. FALTAM DUAS HISTORIAS DO DON ROSA .PAULO MAFFIA MENTIU NO ORKUT ABRIL NAO VAI LANCAR TODAS AS HISTORIAS QUE FALTAM. HISTORIA DO DUCKTALES DO DON ROSA E OUTRA AINDA...

    ResponderExcluir
  5. Anônimo 1: faremos os perfis com prazer. Nem dá para considerar isso como trabalho.
    Anônimo 2: Exagero seu: você está se referindo a uma prancha que nem em gibi saiu. Quanto a DuckTales, apenas o roteiro é de Rosa.

    ResponderExcluir
  6. Maffia é o cara que responde as cartas? Não entendo porque ele se gaba tanto que as histórias republicadas são "coloridas digitalmente" se o resultado sempre é pior que o original. Em todas as sessões de cartas ele escreve isso e não me convence. Não entendo o que aconteceu na Editora Abril. Quando eu era pequena as revistinhas eram muito mais modernas e bonitas. A revista da Margarida tinha capas lindas. Agora as histórias estão escuras e chatas de ler.

    ResponderExcluir
  7. Matguaranex12/07/2009 20:07

    Ainda bem que republicarão essas histórias! Fui eu que avisei Maffia no final do ano passado de que ainda havia histórias do Don Rosa inéditas do Brasil e ele disse que iriam republicar no 2° semestre desse ano. Bem, ele cumpriu sua palavra!

    ResponderExcluir
  8. Aalguém precisou AVISAR o EDITOR de quadrinhos Disney que ainda faltavam histórias doDon Rosa pra publicar? QUER DIZER QUE ELENAÕ SABIA? Estamos condenados!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  9. Matguaranex13/07/2009 07:54

    Ele disse que todas elas já haviam sido publicadas, eu disse que não e dei alguns exemplos de histórias (como estas aí de cima) que eram inéditas no Brasil. Ele se corrigiu e disse que iriam ser publicadas nesse semestre, e foi isso que aconteceu!

    ResponderExcluir
  10. É, realmente estamos condenados..........................

    ResponderExcluir
  11. Parabens pelo trabalho José Rivaldo Ribeiro e E. Rodrigues

    Avisem ao pessoal da Abril que aqui no nordeste tem vida inteligente também, e gente que ainda pode comprar gibis da Disney. Coleciono Tio Patinhas desde muleque, tenho do 1 ao 483 tudo completo, depois dessa tal setorisação, que para mim deveria se chamar descriminação, eu não tive mais o mesmo prazer de comprar meus gibis, mesmo antes já não chegava regularmente, era um pula pula danado. Falta o monte pra mim, perdi até o gosto de correr atrás. Quando vejo alguns pacotes são tudo amassados e sou obrigado a comprar outros títulos que não gosto.

    Motta

    Recife

    ResponderExcluir
  12. Caro Motta.

    Por favor, entre em contato pelo "Fale Conosco".
    Obrigado

    ResponderExcluir
  13. Caros amigos:

    Ficamos muito felizes a cada post que fazemos.
    Nosso intuito é informar, como já dissemos, seja sobre assuntos do passado, presente ou futuro.
    Fazemos para todos, por isso é importante comentar, é gratificante ter vocês interagindo conosco.
    Todo participante pode escrever e expressar uma opinião como quiser, afinal, é seu ponto de vista, cada um tem o seu, ninguém aqui é dono da verdade absoluta.

    O que não aceitaremos é o uso de adjetivos agressivos e palavrões.
    Comentários desse tipo serão deletados!

    Obrigado.

    ResponderExcluir
  14. TOMARA QUE ATRADUCAO SEJA BOA

    ResponderExcluir
  15. Bobagem isso de que ninguém é dono da absoluta verdade. Quanto é bom, é bom, quando é ruim é ruim! Vocês estão com politicagem porque revendem os gibis. O site de vocêse blog são excelentes, mas a Abril tá um lixo.

    ResponderExcluir
  16. Não é questão de politicagem. É que, caso contrário, fica aquela coisa parecida com um monte de comunidades e blogs por aí, dominados por uns poucos que querem impor suas ideias. Fica tudo tão chato que ninguém mais nem comenta nada, porque fica com receio de levar patada (opa!).

    ResponderExcluir
  17. Paulo Maffia,
    Não sei se já percebeu,mas a maioria das pessoas que compram os gibis da Disney são colecionadores.Publica histórias melhores,pára com esse lixo italiano que você taca na gente e,pelo amor do tio Walt e do tio Barks,PUBLICA MAIS HISTÓRIAS DE JIPPES E DA FAMÍLIA VAN HORN!
    P.S:aposto que a seção de cartas é tudo inventada e ninguém escreve para vocês.
    Marina

    ResponderExcluir
  18. O Paulo Maffia responde as cartas fazendo propaganda,já notaram?

    ResponderExcluir
  19. Por que Don Rosa parou de escrever e desenhar histórias? A última foi 'A Prisioneira do Vale da Agonia Branca' certo?

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.