' '

18 de abr de 2009

Num mês de abril distante...

Por E. Rodrigues

1939: Há 70 anos! - No dia 12 de abril de 1939 uma revista em quadrinhos com 'cara' de jornal chegava às bancas. Com uma variedade enorme de personagens, esta nova publicação tornou-se uma obrigação que todos adoravam ter. Cada semana era uma nova incursão no mundo da aventura e do humor. O sucesso foi tão grande que seu título passou a ser sinônimo de qualquer revista em quadrinhos no Brasil. Seu nome, sem dúvida nenhuma, era GIBI!

1964: a Editora O Cruzeiro lança a 43ª e última edição de Pererê, de Ziraldo.

1975: Demolidor, Homem-de-Ferro e Namor ganham títulos pela Bloch. Registre-se que as 3 primeiras edições de Homem-de-Ferro são, na verdade, Bloquinho Extra 1 a 3. Coisas da Bloch...

1978: os gibis da Hanna-Barbera saem da Abril para a RGE, onde ganham diversos títulos, que duram menos que 2 anos.

1979: O Pica-Pau estrela a segunda edição da Série Almanaque, da Abril (veja mais no post 'Num mês de março distante...').

1980: depois da curta passagem pela RGE, os gibis da Hanna-Barbera voltam à Abril, em grande estilo, com direito a massiva publicidade na TV.

1987: a conceituada minissérie Batman, O Cavaleiro das Trevas, é lançada pela Abril, em 4 edições. Dez anos depois, seria republicada pela mesma editora.

1988: depois de 93 edições, a Abril cancela o título O Pica-Pau.

Texto de "Gibi": Leandro Luigi Del Manto, na edição #1 de Gibi (Editora Globo, out/93)

Um comentário:

  1. Puxa... Interessante este blog.
    Eu não o conhecia.... Vou visitá-lo sempre!

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.